Será que dá para perdoar uma traição? Psicóloga tira a dúvida!


Fonte: fortissima.com.br




A traição é um dos grandes motivos do término de um relacionamento, e gera muitas consequências, entre elas, sofrimento, angústia e até depressão em quem foi traído.

Em alguns casos, a pessoa que traiu também sente emoções negativas como culpa, arrependimento e tristeza. O que pode favorecer para que não repita mais esse comportamento.


Conversamos com a Dra. Marilene Kehdi, psicóloga especialista em atendimento clínico e psicossomática, que conta quais motivos levam as pessoas a traírem o parceiro no relacionamento e ainda dá dicas de como reconquistar a confiança do outro depois da infidelidade.


Algumas pessoas traídas tendem a puxar para elas a culpa da traição, procurando nelas justificativas pelo comportamento do outro. O que gera rebaixamento da autoestima, da autoconfiança, sentimento de mágoa e  raiva.” A forma de reagir a uma traição varia de pessoa para pessoa e cada caso é um caso. Uns superam e seguem em frente com o relacionamento, e outros não superam e desistem da relação”, explica a psicóloga.


Já para outras pessoas, quando são traídas, há bastante dificuldade em perdoar e perdem completamente a confiança no outro, não conseguem mais permanecer na relação, se sentem incapazes de voltar a confiar no parceiro(a), e definitivamente se separam. Alegam, inclusive, que o medo de uma nova traição voltar a acontecer e magoá-los ainda mais não permite que fiquem seguros nesta relação e por isso desistem.


“Mas não podemos deixar de citar aqueles que conseguem superar e até perdoar e permanecem no relacionamento, tendo como justificativas a história de vida dos dois, os filhos, a vontade de reconstruir a relação, ainda existe amor e ambos querem fortalecer esse laço. A traição os fez reavaliar como o relacionamento estava sendo conduzido e o que precisa ser modificado”, conta ela. 


A confiança é um dos grandes alicerces da relação e quando é quebrada por um relacionamento extra conjugal, é um desafio diário reconquistá-la mas que muitos casais estão dispostos a fazer isso juntos. Alguns amadurecem a ponto de querer corrigir juntos o que levou a traição.


Em todo relacionamento é necessário um investimento bilateral, com afeto, carinho, atenção, tolerância, transparência e sempre que possível um diálogo franco e aberto onde ambos possam apontar o que está tornando a relação vulnerável, o que desagrada, o que está faltando e o que precisa ser melhorado na relação.


A especialista lembra que se você e seu parceiro tiverem dificuldades de enfrentar um tratamento individual, o indicado é fazer uma terapia de casal.




Fonte: fortissima.com.br

PROBLEMAS NO RELACIONAMENTO?

PROCURE SEMPRE UM ESPECIALISTA DA SAÚDE E BEM-ESTAR DO CASAL


Confira nosso Podcast:



4 visualizações