Procura por divórcio cresce na pandemia e convívio intenso pode impactar relação


Fonte: msn.com


Durante a quarentena, relatos de pessoas que se separaram têm sido bastante comuns e estão longe de ser casos isolados. De acordo com dados recentes, as buscas na internet por termos como “divórcio” e derivados tiveram um aumento bastante significativo durante o período marcado pela necessidade de isolamento social gerada pela pandemia de COVID-19.


Buscas por "divórcio" na internet aumentam

De acordo com a plataforma Google Trends, que compila dados relacionados às pesquisas realizadas no buscador, tanto o mês de março quanto o mês de maio foram marcados por uma alta nas buscas pelo termo “divórcio”, bem como termos relacionados a ele (como “divórcio online” que nunca na história da plataforma teve um aumento nas pesquisas tão grande quanto o registrado em junho de 2020, "como fazer divórcio no cartório", "quanto custa um divórcio" e outros.).

Impacto da pandemia nas relações

Desde o início da quarentena, especialistas já vêm alertando sobre o impacto que tanto o confinamento quanto os medos e incertezas do período podem ter sobre relacionamentos amorosos.


Segundo a psicóloga Livia Marques, a mudança expressiva na rotina mexe com a cabeça e com o humor de qualquer um, e isso se intensifica entre casais.

Publicidade


Conforme explica a especialista, o dia a dia das pessoas verdadeiramente virou de cabeça para baixo e, além de elas terem deixado de lado as atividades que costumavam fazer sozinhas (como o trabalho fora de casa e as distrações), novas responsabilidades e preocupações apareceram – e tudo isso pode fazer a falta de comprometimento ou outros problemas no relacionamento ficarem em evidência.


“Ficar em casa, conviver com o outro, fazer home office, ter atividades para fazer em casa e ter de fazer isso o dia inteiro pensando ‘o dinheiro não vai cair’, ‘não tem trabalho’, ‘tem que olhar a criança’, ‘tem que arrumar a casa’, etc.: gente, isso é estressante! E isso durante 24 horas por dia, contando com o processo de ansiedade e insônia que muitas pessoas têm vivido...”, afirma ela.


Segundo Livia, é extremamente natural que, em um momento assim, a vida afetiva do casal esfrie e desentendimentos apareçam, e isso pode ou não ser resolvido pelos parceiros por meio de diálogo e até terapia. Além disso, dados recentes também mostraram um aumento de denúncias de violência contra a mulher – outro motivo que pode levar a uma alta nas buscas por assuntos relacionados a divórcio.



Fonte: msn.com

PROBLEMAS NO RELACIONAMENTO?

PROCURE SEMPRE UM ESPECIALISTA DA SAÚDE E BEM-ESTAR DO CASAL


Confira nosso Podcast:



1 visualização