Guia do sexo na menstruação: Pode? ajuda a acabar com a cólica? Tire dúvidas

Mitos, verdades e dicas: tudo o que você precisa saber sobre o sexo durante o período menstrual, sem tabus


Fonte: delas.ig.com.br




De acordo com  um estudo feito pela marcas de absorvente Sempre Livre em 2018, 40% das mulheres entrevistadas se sentiam sujas quando menstruadas e apenas 30% não consideravam a menstruação algo nojento. Quando se fala em sexo durante a menstruação, então, os preconceitos ficam ainda maiores -- e a ignorância também, muitas mulheres ainda acham que não faz bem transar menstruada.


Diante disso, montamos um guia do sexo na menstruação para acabar com vários tabus que ainda rondam esse tema. 

Pode fazer sexo na menstruação?

Relações sexuais durante o período menstrual são seguras e, diferente do que muita gente acha, não aumentam os riscos de transmissão de DSTs. Segundo a ginecologista Jessica Shepherd, o que pode acontecer é a menstruação alterar o pH da região íntima, aumentando um pouco o risco de infecções vaginais. (Leia mais sobre eventuais  riscos do sexo na menstruação )


Portanto, as mulheres não devem deixar a proteção de lado em nenhuma situação, redobrar a atenção para a higiene íntima e sempre lembrar de fazer xixi após a transa , principalmente nesse período.


Inclusive, muitas mulheres relatam aumento da libido durante esse período, apesar de não existirem evidências científicas que comprovem isso. Ainda assim, pode ser uma ótima experiência para o casal.


Existe risco de engravidar?

Apesar de a menstruação ser justamente o processo de descarte de um óvulo não fecundado e de o período de ovulação, é possível que a mulher engravide se fizer sexo sem proteção durante os dias em que estiver menstruada.


Não se deve descartar o uso de contraceptivos durante o sexo na menstruação, isso porque, além de os espermatozoides poderem sobreviver no corpo da mulher por cerca de 72 horas, nem todas as mulheres têm ciclos regulares. Portanto, se previnam.


E o sexo oral?

Em primeiro lugar, algumas pessoas não se importam com a presença do sangue – que não deixa de ser um fluido corporal tão normal quanto a saliva, o sêmen e o suor, todos normalmente presentes em relações sexuais – na região durante o ato. Em segundo, há formas de contornar a situação para que a menstruação não "atrapalhe" as pessoas que se incomodam com ela durante o sexo oral.


Por exemplo, quando a mulher está deitada de barriga para cima, a tendência é que o sangue menstrual escorra menos e na direção oposta ao clitóris. Outra dica é que o parceiro ou a parceira foquem no clitóris e não no canal vaginal. Além disso,  absorventes e coletores menstruais podem ser aliados nesse momento.


Sexo durante o período menstrual reduz as cólicas?

Isso é relativo de mulher para mulher, mas o  médico Roberto Debsk explica que, durante um orgasmo, alguns hormônios relacionados a sensações de bem estar – como a endorfina – são liberados no corpo. Esses hormônios, por sua vez, são capazes de aliviar dores como a cólica. Então, para mulheres que sofrem com esse período demais, transar pode sim ajudar.


O fluxo menstrual não aumenta por conta do sexo

Apesar de algumas mulheres terem essa impressão por conta das penetrações e nas contrações provocadas pelo orgasmos, a atividade sexual não aumenta o fluxo durante os outros dias do ciclo menstrual.


A masturbação também pode ser uma grande aliada

A masturbação já traz muitos benefícios por si só, mas durante a menstruação eles podem ser potencializados. Como foi dito acima, o orgasmo libera hormônios que aliviam nas dores e no mal estar tão típico desse período, além de relaxar os músculos de todo corpo.


Cuidados para evitar a sujeira

Tanto na masturbação quanto no sexo com um parceiro, a menstruação pode acabar sujando alguns lugares. Para evitar isso, forrar o local com uma toalha, preferencialmente de uma cor escura, costuma ser uma boa ideia. Outra dica ótima é aproveitar o banho para ter esses momentos de prazer sem grandes preocupações, já que a água vai limpar tudo imediatamente.




Fonte: delas.ig.com.br

PROBLEMAS NO RELACIONAMENTO?

PROCURE SEMPRE UM ESPECIALISTA DA SAÚDE E BEM-ESTAR DO CASAL


Confira nosso Podcast:



10 visualizações