Estímulo do clitóris vai além do prazer, diz cientista


Fonte: istoe.com.br


O clitóris sempre foi pensado como o único órgão humano projetado puramente para o prazer. Mas o estímulo do clitóris pode desempenhar um papel importante na reprodução, de acordo com o Dr. Roy Levin, especialista em excitação feminina na Universidade de Sheffield.


Porque o estímulo do clitóris auxilia no encontro do óvulo e do espermatozóide?


Segundo o cientista, o estímulo do órgão sexual desencadeia mudanças que tornam as condições dentro do corpo ideais para a concepção. O aumento do fluxo sanguíneo vaginal e lubrificação, que tornam o sexo mais agradável, também ajudam o esperma a viajar em direção ao óvulo. Esse estímulo também pode levar a um aumento do oxigênio e da temperatura no sistema reprodutor feminino, mantendo o sêmen saudável durante toda sua “jornada”.


Mas, o fator mais importante, de acordo com a pesquisa, é que estimular o clitóris leva a uma mudança na posição do colo do útero, a abertura para o útero onde o esperma é depositado. O colo do útero é um pequeno canal que fica no topo da vagina, durante a excitação sexual, a vagina se alonga, o que puxa o colo do útero para cima e ele fica posicionado fora do caminho.

Essa mudança de posição impede que os espermatozoides viajem rápido demais até o útero de acordo com o especialista, o que dá a eles tempo para se tornarem móveis e ativados para fertilizar o óvulo, escreveu o médico em seu relatório de evidências publicado na revista Clinical Anatomy.


O que acontece depois que o sêmen entra?

Depois que o sêmen é depositado, a ativação da cauda dos espermatozóides é suprimida até que eles estejam a uma distância relativamente curta do óvulo. Isso dá a eles uma chance maior de alcança-lo antes de esgotar seu suprimento de energia.


Em entrevista ao Daily Mail, Levin afirma: “O mantra frequentemente repetido, de que a única função do clitóris é induzir o prazer sexual, agora está obsoleto. O conceito muda uma grande crença sexual, e as evidências fisiológicas são agora óbvias”.


A pesquisa

O cientista analisou 15 estudos de 1966 a 2017 e a conclusão de seu relatório é contrária a maioria das pesquisas que concluíram que a função do clitóris está ligada meramente ao prazer: o órgão é uma massa de nervos, músculos e vasos sanguíneos que se enchem de sangue e ficam eretos quando despertados. Durante o estímulo do clitóris, a ponta se afasta do lugar original e ele torna-se aumentado e firme.

Anteriormente, pensava-se que o estímulo do clitóris tinha uma função indireta na reprodução, porque acaba levando ao sexo, por meio da promessa de prazer.


Fonte: istoe.com.br

PROBLEMAS NO RELACIONAMENTO?

PROCURE SEMPRE UM ESPECIALISTA DA SAÚDE E BEM-ESTAR DO CASAL


Confira nosso Podcast:



29 visualizações