Cheirar a roupa do parceiro melhora o sono e reduz o estresse, aponta estudo

Mesmo sem que percebamos, todo um mundo de comunicação está acontecendo bem debaixo do nosso nariz


Fonte: semprefamilia.com.br




Você tem tido problemas para dormir? Está nervoso com uma entrevista importante? Cheirar a roupa usada de seu parceiro pode ajudar a melhorar seu sono e a acalmar seus nervos. Esse comportamento, embora possa parecer estranho, é surpreendentemente comum.


Em um estudo, os pesquisadores perguntaram aos participantes se eles já haviam cheirado a roupa usada de seus parceiros ou dormido com ela durante os períodos de sua ausência. Mais de 80% das mulheres e 50% dos homens relataram que tinham feito isso. A maioria deles justificou dizendo que isso os fez se sentir relaxados ou seguros.


Juntamente com nossos colegas da Universidade da Colúmbia Britânica, decidimos examinar com mais atenção se a exposição ao odor de nosso parceiro romântico pode trazer benefícios à nossa saúde psicológica e física.


Especificamente, realizamos dois experimentos. O primeiro testou se o cheiro de um parceiro melhorava o sono. Os resultados dessa pesquisa foram aceitos para publicação na revista Psychological Science. O segundo estudo, que testou se esses aromas reduziram o estresse, foi publicado no Journal of Personality and Social Psychology.


Em ambos os estudos, queríamos capturar o odor natural do corpo. Por isso, pedimos aos participantes que usassem uma camiseta branca lisa sob a camisa por 24 horas e evitassem atividades conhecidas por afetar o odor natural do corpo, como fumar, comer alimentos apimentados ou usar produtos perfumados. Também fornecemos xampu e sabonete sem perfume para usar antes de vestir a camiseta. Quando os participantes devolveram suas camisetas para nós, imediatamente as armazenamos em um freezer para preservar o seu cheiro.


Qualidade do sono


Em um estudo, testamos se a qualidade do sono seria melhorada ao cheirar a roupa de um parceiro. Demos a cada um de nossos 155 participantes duas camisetas de aparência idêntica: uma de controle e outra usada pelo parceiro. Foi solicitado a cada participante que dormisse usando a camiseta do parceiro como fronha por duas noites e a outra camiseta por mais duas noites – sem saber qual era qual. Todas as manhãs, os participantes relatavam a qualidade do sono na noite anterior.


Também pedimos aos participantes que usassem um relógio inteligente que monitorasse seus movimentos durante a noite. Após o término do estudo, pedimos aos participantes que adivinhassem qual das camisetas havia sido usada pelo parceiro.


As pessoas relataram que seu sono era melhor nas noites em que pensavam que estavam sentindo o cheiro do parceiro. No entanto, os dados dos relógios revelaram que a eficiência do sono das pessoas era mais alta – em outras palavras, elas experimentavam menos agitação – nas noites em que realmente dormiam com a camiseta do parceiro. Esse aumento na eficiência do sono ocorreu independentemente de os participantes adivinharem que a camiseta era do parceiro. Isso sugere que os efeitos da exposição ao odor de um parceiro podem ocorrer fora da nossa consciência.


Os participantes do nosso estudo experimentaram uma média de mais de nove minutos a mais de sono por noite quando expostos ao cheiro de seu parceiro, o que equivale a mais de uma hora de sono adicional por semana. Esse aumento foi alcançado sem que os participantes passassem sequer um minuto a mais na cama. A melhora média na eficiência do sono ao dormir com o cheiro de um parceiro foi semelhante às melhoras documentadas para o uso de suplementos de melatonina, que são frequentemente utilizados ​​como auxílio ao sono.


Estresse


Em outro estudo, examinamos se o estresse poderia ser reduzido pelo cheiro de um parceiro. Pedimos a 96 mulheres que viessem ao nosso laboratório e cheirassem uma camiseta, que elas não sabiam ser a de um parceiro ou uma camiseta de controle. O experimento envolvia cheirar a roupa antes, durante e depois de uma estressante entrevista de emprego simulada.


As mulheres que cheiraram a camiseta do parceiro relataram menor estresse tanto ao pensar na entrevista – antes – quanto ao se recuperar da entrevista – depois. Aquelas que adivinharam corretamente que estavam sentindo o cheiro do parceiro tiveram menor reatividade do cortisol ao evento estressor. O cortisol é um hormônio natural liberado pelo organismo durante o estresse. Essas descobertas sugerem que os benefícios de cheirar a roupa de um parceiro em relação à proteção contra o estresse podem ser mais fortes quando as pessoas sabem que estão sentindo o odor do parceiro.


Em nossas próximas pesquisas, planejamos investigar outras questões sobre odores sociais. Queremos entender se o fato de as pessoas se sentirem mais felizes com seus relacionamentos faz com que os benefícios à saúde relacionados ao cheiro do seu parceiro sejam maiores. Além disso, queremos pesquisar os odores relacionados a outros tipos de relacionamentos próximos, como entre pais e filhos.


Ao entender como os odores sociais afetam a saúde, estudos futuros podem avaliar a eficácia de métodos simples para aumentar o bem-estar, como levar o lenço ou a camiseta de um parceiro ao viajar. Os estudos atuais revelam que, muitas vezes fora de nossa consciência, outro mundo de comunicação está acontecendo bem debaixo do nosso nariz.




Fonte: semprefamilia.com.br

PROCURE SEMPRE UM ESPECIALISTA DA SAÚDE E BEM-ESTAR DO CASAL

0 visualização