DÚVIDAS SOBRE SEU CURSO

Cursos livres

Os cursos livres em EAD são previstos por lei, ou seja, são legais e permitidos no país. A diferença entre os cursos livres e os regulamentados (graduação, técnicos e pós-graduação) é que eles não são controlados pelo MEC, então, não precisam cumprir certas regras estabelecidas pelo órgão. 

Algumas dessas regras podem impor uma carga horária mínima ou até mesmo comprovação de escolaridade prévia.

 

Então, no caso dos cursos livres, por não precisarem de seguir essas regras, é possível funcionar mais livremente, seguindo formatos próprios de conteúdo, avaliação, duração e, claro, emissão de certificados.

Pode parecer confuso pelo nome, mas o curso profissionalizante ou livre não tem como objetivo formar profissionais e sim agregar, atualizar ou aperfeiçoar um determinado conhecimento aos interessados que buscam vencer os constantes desafios do competitivo mercado de trabalho.

 

Por esta razão estes cursos não têm a necessidade de serem reconhecidos ou aprovados pelo MEC pois podem ser ministrados por qualquer pessoa que tenha conhecimento no assunto ou técnica que deseja ensinar.

Certificado

 

Aqui seu Certificado é reconhecido em todo o Brasil. Conforme a lei nº. 9394/96, o Decreto nº. 5.154/04 e a Deliberação CEE 14/97 (Indicação CEE 14/97) 

 Pessoa física pode emitir certificado?

Sim, tanto que durante o seu curso você aprenderá a emitir seus  Certificados como Especialista da Saúde e Bem-estar do Casal para os Cursos, Workshops e Palestras que irá ministrar aos seus clientes.

 

Se você tem um conhecimento e quer criar um curso a distância, não precisa, necessariamente, ser uma pessoa jurídica para isso. Não há nenhum impedimento para a emissão de certificados variados de cursos livres, inclusive, é uma prática comum e recomendada. Muitas pessoas procuram a certificação quando querem fazer um curso online e, nesse caso, é exatamente esse documento que é o diferencial que faz com eles escolham esse curso.

É importante salientar, porém, que os certificados de cursos livres não são regulamentados e nem reconhecidos pelo MEC, mas isso não quer dizer que eles não são válidos. O documento mostra que você concluiu aquele estudo e, por isso, é visto como tão importante quanto os certificados regulares.